FANDOM


The Horned King's Castle
O Castelo do Rei de Chifres, também conhecido como o Castelo Antigo, é um palácio decrépito e sinistro do próprio Rei de Chifres.

História

A história deste castelo antigo é encontrada na região montanhosa, no interior da terra de Prydain e está envolta em mistério, mas de acordo com a Princesa Eilonwy, este foi um magnífico castelo uma vez, o lar de um grande rei, que o construiu, antes que o Rei de Chifres o matou e facilmente levou-o sobre como a sua própria fortaleza há muitos anos.

O Rei de Chifres governou o seu castelo com muita força pela primeira vez como ele comanda um exército de bestas humanas e uma legião de Gwythaints, que estão a obedecê-lo e executar seus inimigos.

Taran viajou até ele e se esgueirou para o castelo sinistro em uma região montanhosa para resgatar Hen Wen que depois foge da corte do Rei de Chifres e escapa, mas Taran é capturado e jogado na masmorra, encontrando com a Princesa Eilonwy, uma menina de sua idade que também está tentando escapar. Nas catacumbas sob o castelo, Taran e Eilonwy descobrem a antiga câmara mortuária de um rei, onde ele se arma com a espada do rei. Ela contém magia que lhe permite de forma eficaz lutar contra os servos do Rei de Chifres e assim realizar o seu sonho de heroísmo. Junto com um terceiro companheiro, Flores Flama, eles escapam do castelo e são logo reunidos por Gurgi.

Nojentinho, capanga goblin do Rei de Chifres, covardemente fala sobre a fuga dos heróis no trono do Rei de Chifres. O Rei ordenou que ele mande os Gwythaints para seguir Tarn, para que possam levá-lo a adquirir o Caldeirão Negro que ele deseja.

Mais tarde, lacaios mortais do Rei de Chifres vão a captura de Taran e seus amigos, exceto Gurgi, que recuperou o Caldeirão Negro como os três heróis foram acorrentados em uma câmara de sacrifício dentro de seu castelo. O rei do mal, então, começa uma cerimônia negra e convoca o Caldeirão Vivo. Os soldados mortos-vivos vieram à vida e atacaram os capangas humanos inúteis que o Rei de Chifres considera que não precisa mais. Antes dos planos do Rei de Chifres se completarem, Gurgi sacrificou-se saltando para o Caldeirão, fazendo com que o poder do artefato reverta tudo e até mesmo drene a força vital do Caldeirão Vivo. Após a morte do Rei de Chifres, que tentou matar Taran e foi destruída pelo espírito de outro rei tirânico encerrado no Caldeirão Negro, o próprio Caldeirão afunda na terra, enquanto os seus poderes mágicos causam todo o castelo para desmoronar-se e explodir em chamas . Taran e seus amigos escaparam do castelo com suas vidas.

Trivialidades

v - e - d
O Caldeirao Magico Logo
Mídias:

Filmes: O Caldeirão Mágico | Era Uma Vez no Halloween
Televisão: O Point do Mickey
Vídeo games: Vídeo game | Land of Illusion starring Mickey Mouse | Mickey Mouse (video game)
Música: Trilha-sonora original
Livros: Taran Finds a Friend | Taran's Magic Sword | The Black Cauldron Storybook | Revista em quadrinhos

Personagens:

Taran | Princesa Eilonwy | Flores Flama | Gurgi | Dallben | Hen Wen | Gato | Animais da Fazenda de Dallben | Rei de Chifres | Nojentinho | Caldeirão Vivo | Guardas do Rei de Chifres | A Dançarina | Gwythaints | Rei Leg Leg | Doli | Fadas | Orddu, Orwen e Orgoch | Pessoas de Prydain | O Caçador (personagem deletado) | Moose

Objetos:

O Caldeirão Negro | Espada Mágica | Harpa Mágica | Emblema | Caldeirões Mágicos

Locais:

Prydain | Fazenda de Dallben | Castelo do Rei de Chifres

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.